Faltando menos de três meses para as comemorações de fim de ano, os setores varejista e de serviços já estão se preparando para um dos melhores períodos nas vendas o que implica em aquecer o setor com a contratação de novos profissionais.

Uma pesquisa realizada em todas as regiões do país pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) estima que aproximadamente 103 mil vagas serão abertas até dezembro — um aumento de 43,8 mil postos de trabalho em relação ao previsto ano passado.

Houve um leve recuo de 72% para 69% no percentual daqueles que não têm a intenção de fazer contratações nesse fim de ano, mas 47% dos empresários falam da preparação para as vendas de Natal.

Dentre as principais estratégias estão a ampliação do estoque (43%), investimento na divulgação da empresa (42%), aumento da variedade de produtos ou serviços (30%) e contratação de mais funcionários para atender à demanda (15%), números que podem movimentar também as empresas do tipo B2B. A pesquisa apontou que 52% dos que vão contratar pretendem empregar temporários; quatro em cada dez empresários devem efetivar profissionais, 49% abrirão vagas informais (contratação específica para o período de Natal, sendo inviável a carteira assinada) e 45% formais, ou seja, com carteira assinada. Há ainda 28% de casos em que a contratação será terceirizada.

Quatro em cada dez devem permanecer por três meses, enquanto 23% ficarão por dois meses e 12% apenas um mês. A boa notícia é que a maior parte dos empresários (40%) têm a intenção de efetivar os temporários.

O quadro positivo de contratação para este ano reflete a expectativa dos empresários de que as vendas devem ser melhores em relação a 2018, 58% dos empresários apostam que as vendas em 2019 serão melhores do que no ano passado; expectativa média de alta é de 17%, bem acima dos 8% em 2018.

Por Francisco Alvino – Adaptado de CNDL/SPC Brasil

 

Pin It on Pinterest

Share This